Qual o uso?

Todos os campos são obrigatórios
Todos os campos são obrigatórios

Começando o ano com organização! 5 ideias de onde guardar a sua biblioteca de livros

biblioteca de livros

Se você tem muitos livros e quer guardá-los de maneira mais ordenada, a dica é ter um método de organização e um espaço adequado para abrigá-los.

Quando um novo ano começa, a maioria das pessoas reserva um tempo para fazer uma retrospectiva de como foi o período anterior e estabelece metas e objetivos a serem cumpridos ao longo do ciclo que está começando. Este é um excelente momento para avaliar o que funcionou e está trazendo bons frutos, bem como identificar o que precisa ser aperfeiçoado ou modificado.

Ser mais organizado quase sempre aparece entre as principais resoluções de ano novo de uma pessoa, e o sentimento de renovação que esta data costuma trazer é um excelente incentivo para “dar uma geral” na casa e organizar tudo aquilo que está acumulado e fora do lugar. Se você é uma pessoa que tem muitos livros, vale a pena incluir sua biblioteca nos planos de organização.

Organização: ideias de onde guardar seus livros!

Antes de qualquer coisa, separe seus livros de acordo com a frequência com que eles são utilizados: se você está fazendo algum curso, por exemplo, é muito provável que consulte alguns exemplares com mais frequência do que os romances que você já leu (e que dificilmente serão requisitados com urgência). O ideal é que você deixe os livros mais necessários em locais de fácil acesso, como uma prateleira ou criado-mudo no quarto.

Para os livros que serão utilizados com frequência menor, a dica é definir um método de organização — que pode ser por tema, ordem alfabética, por autor, por data de lançamento ou da forma que você preferir. Em seguida, comece a distribuí-los de acordo com a metodologia escolhida. Confira algumas ideias de lugares onde você pode guardar essa sua biblioteca:

Prateleiras

Práticas e versáteis, as tradicionais prateleiras podem ser ótimas aliadas da decoração e organização. O ideal é que você use aparadores para manter os livros retos e sem ficar com as páginas marcadas. As prateleiras mais indicadas são aquelas revestidas com vidro, pois permitem que os livros se mantenham arejados, mas sem ficar muito expostos à poeira.

Malas

Se você tem malas que já estão muito gastas, mas você não quer jogar fora pois trazem boas recordações das viagens, a dica é aproveitá-las como objeto decorativo e que ainda ajuda na organização dos livros. Para isso, basta utilizar as malas para acomodar os livros de maneira segura. Para dar um belo efeito, deixe as malas abertas no chão ou sobre as cômodas, exibindo seus livros favoritos.

Paletes e caixotes de madeira

Esta dica é para quem gosta de uma aparência mais rústica: utilize paletes e caixotes de madeira como suportes ou estantes para seus livros. Se você gosta da ideia, mas quer dar um ar mais alegre e cuidadoso à decoração, passe uma camada de tinta sobre a madeira.

Ambientes inusitados

Em uma casa, os livros geralmente ficam no quarto ou em ambientes utilizados como escritório, mas isso não precisa ser uma regra. As cozinhas, salas de estar e até mesmo escadas e corredores podem receber seus livros de maneira organizada e inusitada.

Invista em um Self Storage

Se você tem tantos livros a ponto de não ter mais espaço em casa, a dica é investir em um espaço seguro e controlado como um Self Storage. Os boxes de armazenamento oferecidos pela LocalBox são perfeitos para abrigar todos os seus exemplares, sem precisar se desfazer de nenhum e ainda ter uma biblioteca particular e reservada. Entre em contato conosco e solicite um orçamento!

Imagem: iStock / Getty Images Plus / CarlaNichiata

Decoração de natal para empresas: o que fazer com os artigos até a próxima temporada?

decoração de natal para empresas

Comércios que investem em decoração de Natal podem encontrar no Self Storage uma solução para armazenar os enfeites até o próximo ano.

O Natal é, sem dúvidas, uma das datas sazonais mais importantes e simbólicas do calendário. Até mesmo para empresas que tradicionalmente diminuem o fluxo de operações nesse período, é praticamente impossível ignorar o espírito natalino e sua decoração característica. Já para os comércios mais agitados, a data é vista como uma oportunidade perfeita para interagir com os clientes e aumentar as vendas.

Em todo o caso, o processo de decorar a empresa ou a loja acaba gerando uma demanda e, mesmo quando a ideia não é transformar o ambiente em um “presépio de natal”, é necessário ter organização e responsabilidade para gerenciamento dos artigos decorativos. Em outras palavras, isto quer dizer que por menor que seja a decoração, é preciso ter cuidado com os enfeites antes de aplica-los e principalmente depois que passar essa época. Afinal, trata-se de um investimento que foi feito pela empresa e merece ser preservado.

Pensando nisso, a LocalBox separou algumas dicas do que fazer com a decoração de natal para empresas depois do período de festas, auxiliando as organizações no gerenciamento dos artigos para aproveita-los novamente na temporada seguinte. Confira abaixo:

O que fazer com a decoração natalina?

Utilize embalagens especiais

A primeira e mais importante dica a ser considerada tem a ver com as embalagens separadas para guardar e armazenar os artigos. Principalmente para projetos de decoração natalina em grandes espaços (áreas de shopping, saguão de prédios, hall de centros comerciais), é muito importante se certificar de que cada material utilizado na decoração será guardado com as melhores e mais apropriadas embalagens.

Pelo fato de se tratar de uma coleção de enfeites não aproveitáveis em nenhum outro momento do ano, é muito comum que esses materiais fiquem “esquecidos” em alguma parte do depósito. Justamente por isso, é essencial que estejam devidamente embalados e protegidos contra possíveis quedas ou choques com outras embalagens mais pesadas. No fim, ter esse cuidado confere maior integridade, segurança e conservação dos materiais.

Cuidando da árvore

Cuidar da árvore é, possivelmente, uma das tarefas mais simples quando o assunto é guardar a decoração de natal. Porém, o detalhe em questão está no momento em que a desmontagem é realizada. Pensando novamente no exemplo de projetos para grandes espaços, guardar a árvore pode ser um processo dividido em partes e que demanda mais de uma caixa para o armazenamento das peças.

Para evitar a eventual perda de peças e acessórios da árvore no processo, recomenda-se que sua desmontagem não aconteça em meio a outras atividades. Portanto, o ideal é que isso seja realizado antes da desmontagem dos outros artigos ou somente depois para não misturar os acessórios.

Elencando caixas

Pegando um gancho no tópico anterior, organização é palavra que vai orquestrar o sucesso da operação. Além de etiquetar caixas e embalagens, é importante que a organização seja feita por tipos de enfeite: bolas, luzes, bonecos, etc. Quase como uma gestão de estoque, gerenciar os artigos natalinos desta forma traz maior praticidade até mesmo para a montagem da decoração no ano seguinte.

Armazenando as coisas no lugar certo

Quem está acostumado com a rotina do estoque de uma empresa sabe o quão agitado é este espaço. Tratando-se de um período de 11 meses, as mudanças e organizações ocorridas neste ambiente são incontáveis. Se pensarmos que os artigos de natal não têm qualquer relevância fora de seu período, este com certeza será um departamento que terá maior risco de esquecimento ao passar da temporada. Isto sem falar da poeira acumulada!

A melhor solução para guardar enfeites natalinos durante o resto do ano, portanto, é contratar o aluguel de um espaço onde seus pertences serão armazenados com o devido cuidado e sua preservação será garantida. A LocalBox conta com instalações modernas e eficientes que garantem o melhor controle e armazenamento da decoração de natal tanto para empresas como também para projetos pessoais. Entre em contato conosco!

Imagem: iStock / Getty Images Plus / PatrikSlezak

Vai viajar? Saiba como organizar a mala de viagem

organizar mala de viagem

Organizar a mala antes e depois de viajar requer planejamento e atenção aos detalhes para que tudo seja acomodado de maneira segura.

Seja a trabalho, a passeio, para tirar um ano sabático ou até mesmo para curtir um período de férias, viajar normalmente está entre os planos da maioria das pessoas — afinal, conhecer novos lugares, encontrar pessoas de diferentes culturas e estar em contato com a natureza ou com a arquitetura de um país distante são atrativos que certamente despertam o interesse de muita gente. Quem não fica animado na hora de viajar, não é mesmo?

Para que este passeio se torne realidade, entretanto, é necessário se dedicar a uma tarefa que nem todas as pessoas acham prazerosa: a de arrumar as malas, que envolve escolher o modelo e tamanho adequado da mala, organizar o que vai ser levado, sobrar as roupas e fazer tudo ser acomodado de maneira organizada e prática.

Como organizar mala de viagem? Confira dicas essenciais

Escolha a mala certa

O primeiro passo é escolher a mala certa para abrigar todas as roupas e pertences que serão levados na viagem. Em geral, as que possuem formato retangular são as mais comuns e também as melhores para manter tudo organizado e acessível. O tamanho da mala depende de quantos dias irá durar a sua viagem.

Coloque primeiro os sapatos

Três pares de calçado são suficientes para você levar na sua bagagem: um para longas caminhadas, um reserva (que pode até ser mais arrumadinho) e um chinelo para ficar confortável. Coloque cada par em um saco de plástico (ou TNT) para não sujar as suas roupas. Distribua os sapatos nas laterais da mala, de modo que sobre espaço para o restante.

Organize as roupas em rolinhos

Embora pareça dar mais trabalho, organizar as roupas em rolinhos ajuda a economizar espaço e evita que as peças fiquem amassadas.

Coloque as peças mais pesadas no fundo da mala

Assim que você separar tudo o que vai levar e fazer todos os rolinhos com as roupas, comece a distribuir os itens na mala, começando pelos mais pesados (como calças, casacos e blusas de manga longa).

Peças íntimas para preencher espaços

As peças íntimas costumam ser pequenas e podem ser colocadas por último, nos cantinhos que sobrarem. O mesmo vale para as meias. Uma dica bacana é colocar as meias dentro dos sapatos, assim você consegue economizar ainda mais espaço.

O que fazer com as malas depois da viagem?

Depois de toda a diversão da viagem, onde e como você costuma guardar as suas malas? Esta é uma preocupação que a maioria das pessoas não tem, especialmente em um momento de empolgação como este, mas vale a pena pensar neste detalhe com cuidado para que as malas se mantenham conservadas até a próxima aventura.

O ideal é retirar tudo e higienizar a mala cuidadosamente e, em seguida, procurar um local seguro para armazena-la com segurança. Uma excelente opção é investir na locação de um espaço privativo, como os boxes de Self Storage oferecidos pela Localbox. Com estrutura moderna e segura, nossas instalações permitem armazenar suas malas e uma grande infinidade de materiais pelo tempo que você necessitar, em galpões protegidos e monitorados. Entre em contato e solicite um orçamento!

Imagem: iStock / Getty Images Plus / mladenbalinovac

Confira como desmontar um guarda roupa!

desmontar guarda-roupa

Quem está desmontando o guarda-roupa e quer armazenar o móvel para usar posteriormente pode investir na locação de um guarda-móveis.

Seja na hora de fazer uma mudança residencial ou renovar a mobília, a desmontagem dos móveis pode ser uma tarefa complicada e que demanda cuidado e organização. Além disso, é necessário bastante cuidado para não danificar as peças e partes, especialmente se a ideia for reaproveitar o móvel em outro local ou outro momento. Para ajudar você nessa missão, separamos algumas dicas de como desmontar um guarda-roupa de maneira fácil e segura.

Dicas de como desmontar um guarda-roupa

Esvazie completamente o guarda-roupa

Para que você possa desmontar o guarda-roupa com muito mais facilidade e rapidez, é preciso que ele esteja completamente vazio. Tire todas as roupas, acessórios e itens, bem como as prateleiras soltas e gavetas. Aproveite este momento para separar as roupas que você não usa mais e encaminhá-las para doação.

Tenha ajuda (profissional ou não)

Se você estava pensando que a dica ia ser pra você desmontar tudo sozinho, estava enganado: este é um trabalho que exige a participação de mais de uma pessoa, uma vez que algumas partes do móvel são grandes e pesadas. Em geral, o processo fica mais fácil se você puder investir em um serviço profissional de desmontagem de móveis, mas caso isso não seja possível, o ideal é contar com pelo menos mais um par de mãos.

Tenha as ferramentas necessárias para a desmontagem

É essencial utilizar as pessoas corretas para realizar a desmontagem, de modo a não danificar nenhuma parte do guarda-roupa. Por isso, verifique as chaves compatíveis com o guarda-roupa e tenha todas as ferramentas em mãos antes mesmo de começar.

Organize as peças pequenas

Pregos e parafusos são peças muito pequenas e que se perdem facilmente. Para evitar que isso aconteça, tenha um local para guardar tudo de maneira organizada. Pode ser um frasco pequeno ou até mesmo um saco plástico.

Identifique as peças do guarda-roupa

Outra dica valiosa é identificar cada peça do guarda-roupa, de modo a facilitar a montagem. Você pode enumerar ou indicar a posição das portas, das gavetas, apontar o fundo, as prateleiras, garantindo que você não fique perdido quando precisar montar o móvel novamente.

Tenha espaço extra

Caso você tenha desmontado o guarda-roupa para uma mudança, mas não seja possível montá-lo logo em seguida — seja por conta de uma reforma ou porque deseja organizar outras coisas primeiro —, você certamente precisará de um local para armazenar o móvel de maneira segura. Neste caso, a dica é alugar um guarda-móveis com a Localbox para guardar as peças de maneira organizada.

Esta dica vale também para quem está simplesmente trocando de guarda-roupa, mas não quer se desfazer do antigo (porque pretende doar ou fazer algum uso futuro do móvel), ou até mesmo para quem agora tem um guarda-roupa menor e precisa de mais espaço para guardar todos os itens que possui. Fale com a Localbox e solicite um orçamento.

Imagem: iStock / Getty Images Plus / designer491

Como organizar uma mudança residencial

Saiba como organizar uma mudança residencial de forma prática e longe da bagunça

Como organizar uma mudança residencial

Depois de encontrar um novo lar, vêm as preocupações com o processo de mudança. Empacotar todos os pertences, escolher uma empresa de transportes e desmontar os móveis são as principais atividades que vão precisar de maior atenção. Afinal, esse momento especial pode se transformar em caos se feito de última hora.
Mas e então, você já sabe como organizar uma mudança residencial? Para facilitar esse processo e evitar dores de cabeça, o blog da LocalBox separou dicas que vão te ajudar nessa fase tão importante da sua vida. Confira!

1. Contrate uma empresa de transportes confiável

Você não vai conseguir fazer uma mudança inteira sozinho. É essencial contar com a ajuda dos outros integrantes da casa e também de uma empresa de transportes. Alguns lugares especializados oferecem o serviço completo para a sua mudança: desde embalar os itens pessoais até desmontar e montar os móveis.
Entretanto, as empresas de transporte podem cobrar um preço salgado que vai custar no seu orçamento de mudança. Então, para fazer economia e ter um bom resultado, você pode contar com a ajuda dos carretos. Eles fazem o transporte por um preço justo e a sua única preocupação vai ser na hora de organizar as caixas com os objetos.

2. Embale tudo com segurança

Empacotar, encaixotar e embalar todos os seus itens é uma tarefa que deve começar a ser feita antecipadamente – de preferência, um mês antes. Na hora de fazer isso, providencie caixas de vários tamanhos, plástico-bolha para envolver coisas delicadas, canetinha para identificar as caixas e fita adesiva resistente.

Mudança de Casa

3. Defina uma ordem de transporte

Você já sabe como transportar geladeira? E a televisão? Alguns móveis e eletrodomésticos merecem uma atenção especial na hora de fazer a mudança residencial. Por isso é tão importante definir uma ordem de entrega.

Pense nos itens que são essenciais para a sua família e esquematize a entrega no primeiro dia de transporte, sempre avaliando quantos dias você consegue ficar na nova casa sem os objetos. Também não esqueça de ver a previsão do tempo, para evitar surpresas e não atrasar a mudança.

4. Organize-se de acordo com os cômodos

Tanto na hora de embalar quanto na hora de desempacotar, é necessário se organizar de acordo com os cômodos. Por exemplo, você pode guardar os itens do quarto das crianças em caixas específicas, devidamente nomeadas de acordo com o que tem dentro.
Quando chegar na casa nova, leve a caixa para o cômodo e comece a organizar cada coisa em seu devido lugar. Não comece em um cômodo e termine no outro, isso só vai atrasar mais o seu serviço. Quer mais um dica? Comece a arrumação pela cozinha – é o local onde todos os moradores se reúnem e onde há mais itens pequenos.

5. Fique atento no dia da mudança

Tudo está devidamente guardado e pronto para ser transportado? Então, prepare-se para ficar de olho em tudo que for acontecer no tão esperado dia de mudança. Verifique se não deixou nenhum item para trás, faça um checklist de mudança com os objetos de valor e mantenha os alimentos bem conservados em caixas ou bolsas térmicas. Além disso, não esqueça de ficar com os documentos em mãos para qualquer tipo de emergência.

Outras dicas de como organizar uma mudança residencial

  • Deixe tudo limpinho: tanto a casa antiga quanto a nova;
  • Faça um agendamento prévio nas mudanças para condomínios e apartamentos;
  • Se for jogar muitas coisas fora, não esqueça de fazer o descarte consciente;
  • Ainda está sem espaço na casa nova? Então recorra a um guarda-móveis;
  • Monte uma bolsa de mão com itens de higiene pessoal;
  • Deixe as caixas com itens delicados por cima das outras.

Como Fazer Mudança Organizada

Agora que você já sabe como organizar uma mudança residencial, não deixe de conferir o sistema de self-storage que a LocalBox tem para oferecer. Você pode utilizar os nossos serviços para guardar seus itens pessoais e se organizar melhor durante a sua mudança para o novo lar. Aproveite!

9 dicas para fazer uma mudança organizada

Vai mudar de casa, apartamento ou escritório? Então, confira as dicas da LocalBox para fazer uma mudança organizada

Ir para um novo lugar é uma experiência que fica gravada na memória. Para que isso não se transforme em uma bagunça generalizada, é essencial prestar a atenção em cada detalhe, como na hora de empacotar os objetos pessoais e desmontar os móveis – a falta de planejamento é um dos fatores que mais prejudicam uma mudança organizada.

Então, confira o post da LocalBox que vai esclarecer todas as suas dúvidas. Aqui, você vai conhecer nove dicas de mudança organizada para fazer em casa, apartamento ou espaço comercial. Continue a leitura para saber mais.

Casa

1. Comece antecipadamente

Embalar e encaixotar os itens da família é uma tarefa que você precisa começar com, pelo menos, um mês de antecedência. Para fazer isso, selecione materiais que não vão danificar os seus objetos: plástico bolha, fita adesiva resistente, canetinha e etiquetas.

2. Organize por cômodos

Organizar as caixas pelos cômodos é uma das maneiras mais eficientes para não misturar as coisas. Se for começar pelo quarto das crianças, por exemplo, organize tudo até acabar – pausar a tarefa no meio só vai atrasar o seu trabalho.

3. Faça uma limpeza pesada

Essa dica de mudança é essencial tanto para a casa nova quanto para a casa antiga. É importante lavar os pisos, os azulejos e tirar a poeira de todos os cantinhos. Afinal, ninguém quer sujeira na casa nova, não é?

Apartamento

4. Contrate uma empresa especializada

Há muitas empresas especializadas em mudança que oferecem o serviço de empacotar e transportar, o que facilita muito o trabalho. Se o seu orçamento estiver comprometido, vale contratar os carretos que fazem várias viagens para transportar seus itens.

5. Comunique-se com os responsáveis

Se for contratar uma empresa de mudanças, mantenha uma certa comunicação com as pessoas que vão trabalhar. Além disso, você precisa informar os síndicos e os porteiros do prédio sobre o dia da mudança, o horário e o número de pessoas que vão entrar no prédio.

6. Use malas de rodinha

Se você mora em um apartamento pequeno, que tal fazer uma mudança organizada mais rápida? Você pode utilizar as malas de viagem. Elas são grandes o suficiente para guardar uma série de coisas e podem ser transportadas no elevador e depois no carro, por exemplo.

Prédio comercial

7. Informe os funcionários

Se você pretender fazer uma mudança organizada no escritório ou na sede da empresa, conte a novidade com antecedência para os seus funcionários. Vale até mesmo pedir sugestões de decoração para alguns deles.

8. Dê prioridade aos itens indispensáveis

Transportar geladeira, micro-ondas, computadores e outros itens que os funcionários precisam para trabalhar é algo indispensável na mudança organizada. Se você ainda não tem espaço para algumas coisas, recorra a um sistema de self-storage.

9. Deixe alguns funcionários como supervisores da mudança

Se você é dono de um negócio, provavelmente tem uma agenda lotada. Então, para garantir uma mudança organizada, selecione alguns funcionários que ficarão encarregados de fazer um controle de tudo que vai e tudo que fica.

Agora que você já sabe como organizar uma mudança residencial e comercial, não deixe de conferir as inúmeras vantagens que a LocalBox tem para oferecer! Somos líderes em self-storage e guarda-móveis, onde você pode guardar aqueles itens que mais preza: desde os grandes até os pequenos. Aproveite os nossos serviços para fazer a sua mudança organizada.

Confira 5 dicas para otimizar o espaço da sua casa

Espelho, listras e bancos são alguns dos truques para otimizar o tamanho das casas com pouco espaço

Quem tem casa pequena sabe que otimizar o tamanho dos espaços é uma tarefa essencial, seja em casas ou apartamentos. Na hora de cuidar dos cômodos, é fundamental deixar tudo funcional, mas também charmoso e bem decorado. Além disso, planejar cada etapa do projeto é importante para deixar tudo como você quer.

Para te ajudar a otimizar o espaço da sua casa pequena, o blog da LocalBox separou algumas dicas e truques que vão fazer diferença na composição dos ambientes. Confira!

1. Espelhos

Todo mundo ama um espelho, não é? Além da função tradicional, ele também serve para ampliar o espaço visualmente. Esse truque visual é um clássico que pode ser aproveitado em todos os tipos de ambiente: sala de estar, quarto do casal, banheiro e até em áreas externas. A porta do guarda-roupa com espelho também é capaz de criar essa ilusão de amplitude.

 

 

 

 

 

 

2. Bancos

Para otimizar os espaços, você pode substituir as cadeiras por bancos, uma troca bastante bacana e muito versátil. Esses móveis ficam incríveis no contexto decorativo, e você pode ampliar ainda mais o ambiente se colocá-los nos cantos. As banquetas também são ótimas para isso, já que é possível utilizar a parede para fazer o encosto das costas.

3. Listras

As listras são essenciais em casas e apartamentos menores – elas alongam e deixam os ambientes um charme. Uma cortina listrada, por exemplo, brinca com a cor dos outros móveis e atrai os olhares para outros cantos. Outra dica é investir nas listras na parede: escolha um lado e pinte listras na vertical – você vai perceber na hora a diferença.

4. Tons claros e luz

Quando receber visitas, não esqueça de abrir as janelas e deixar a luz entrar. A luminosidade é capaz de ampliar a percepção dos espaços, além de deixar tudo mais fresco. Brinque também com os tons claros, espalhando-os pela sala de estar, no sofá, tapete, cortina e até na estante ou rack.

5. Nichos

Os nichos são perfeitos para transformar a organização da casa, já que eles permitem guardar os objetos de forma prática e sempre ao alcance das mãos. Essa solução criativa e elegante é perfeita para embutir na parede, economizando espaço e dando um toque diferenciado à decoração. Além disso, a sua casa ficará muito mais moderna.

 

 

 

 

 

Viu só como é fácil otimizar os espaços pequenos da sua casa? Para fazer uma ótima escolha, é sempre importante combinar os itens com as preferências da família – assim, fica fácil levar mais conforto para todos.

Anda precisando de mais espaço? Então, não deixe de conhecer o sistema de self-storage e guarda-móveis da LocalBox. É possível contratar um box do tamanho que preferir, onde você pode guardar os itens que quiser e, assim, economizar espaços em casa. Confira nossas facilidades de pagamento e aproveite!

6 dicas para preparar o seu negócio para a Black Friday

Muitos negócios já aderiram à Black Friday, o evento mundialmente conhecido que é esperado tanto por varejistas quanto por consumidores. Os donos de lojas e empresas enxergam a data como uma oportunidade de aumentar as vendas, melhorar o reconhecimento e o posicionamento da marca, oferecer um atendimento diferenciado e, no caso dos e-commerces, melhorar o tráfego dos sites.

 

Mas e aí, seu negócio está preparado para a Black Friday? Para não cometer erros e levantar o faturamento, é preciso se antecipar e cuidar de todos os detalhes. Afinal, comércios de todos os tamanhos estão usando a data como uma oportunidade de se destacar entre os seus concorrentes.

 

Então, fique de olho nas recomendações que o blog da Localbox separou para o seu negócio aproveitar a Black Friday da melhor maneira.

Black Friday

1. Avalie a infraestrutura

Muitas lojas divulgam a Black Friday e, quando chega o dia, a experiência dos clientes não é completa. Os estabelecimentos recebem um grande número de pessoas, superlotando o local e deixando muitas delas na mão. Por isso, o primeiro passo é cuidar da infraestrutura – no dia, fique de olho no número de pessoas e controle o fluxo caso o volume seja maior que o esperado.

 

2. Escolha bem os produtos da promoção

Além de utilizar os preços baixos como um chamariz para os consumidores, você também pode usar os produtos como uma maneira de mostrar as outras coisas que a sua loja ou negócio tem a oferecer. Não basta apenas colocar um produto em promoção e aumentar o preço dos outros. Vender um item a preço de custo, por exemplo, pode ajudar os outros que estão com pouco giro no estoque.

 

3. Não engane os clientes

O cliente percebe quando está sendo enganado. Por isso, não aplique o famoso truque de aumentar o preço dos produtos semanas antes da Black Friday, fazendo o simples desconto parecer uma grande oferta. Na internet, há várias ferramentas que comparam preços e também mostram o histórico de valor.

 

Golpes como esses estão ficando para trás e os órgãos de defesa do consumidor estão de olho nas práticas ilegais, por isso, seja honesto com o público e conceda sempre os melhores preços, mesmo que eles não pareçam tão atrativos em um primeiro momento.

Black Friday

4. Mostre presença

A comunicação é importante em todos os tipos de negócio e, na Black Friday, ela serve para informar os seus clientes sobre tudo aquilo que foi planejado. Use-a de todas as formas possíveis: via redes sociais, e-mails marketing, folhetos e até no boca a boca. Crie um plano de comunicação e não deixe para aplicá-lo de última hora – as mensagens podem se perder em meio a tantas outras.

 

5. Fique de olho no estoque

Quanto você espera vender na Black Friday? Assim como a infraestrutura, o estoque também precisa ter uma perspectiva de como as ofertas vão se comportar no dia da Black Friday. Principalmente na loja física, só devem ser anunciados os produtos que estão disponíveis para pronta entrega. A falta de organização de estoque pode gerar uma insatisfação no cliente, além ser um grande problema de gestão da empresa.  

 

6. Aposte em um sistema de self-storage

Os sistemas de self-storage e guarda-móveis, como os da LocalBox, são uma ótima opção para os negócios que desejam estar bem preparados na Black Friday. A armazenagem logística pode se adequar a qualquer tipo da empresa, tudo de forma inteligente e personalizada.

 

Você aluga o box do tamanho que for necessário e armazena todos os produtos que serão vendidos na Black Friday. Além disso, os funcionários podem ter uma chave de segurança que permite retirar os produtos sempre que necessário.

self storage

E aí, conseguiu ter uma base de como preparar o seu negócio para as vendas da Black Friday? O planejamento para a data depende do tamanho do comércio, mas cuidar da gestão, organização e comunicação é essencial para todas as empresas e marcas.

 

Fique ligado nos posts do nosso blog!

 

Como organizar estoque de mercadorias

Saiba como organizar estoque de mercadorias e entenda como essa prática pode favorecer as finanças e até otimizar o espaço físico da empresa.

Se você é empresário ou dono de algum tipo de comércio, provavelmente já se perguntou como organizar estoque de mercadorias da melhor maneira. Caso você ainda não seja do ramo, mas pretende iniciar na área, saiba que é de extrema importância cuidar do armazém físico e do almoxarifado. Afinal, é este espaço que vai controlar os principais números do seu negócio: vendas, gastos com distribuidores, demanda e a disponibilidade de cada item.

Para ajudar você, gestor, o blog da LocalBox separou algumas dicas para fazer diferença na disposição do estoque de mercadorias da empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. Confira nossas sugestões e mantenha o depósito organizado mesmo quando a correria do dia a dia exige o melhor de você.

Organizar Estoque de Mercadoria

Defina um responsável pelo estoque

Se o seu negócio for um pouco maior, defina um funcionário apenas para cuidar do estoque. Essa pessoa deve ficar atenta quanto ao número de itens e matérias-primas disponíveis, e você também pode obter informações sempre que necessário.

Utilize a tecnologia

Cuidar de um negócio por meio de um monte de papéis está ficando para trás. Por isso, recorra a anotações de entrada e saída e outros tipos de movimentações em um sistema informatizado e seguro, como planilhas e softwares de gerenciamento empresarial.

Levante as informações corretamente

Furos de estoque acabam acontecendo quando as quantidades físicas dos insumos não batem com os registros das fichas ou do sistema. Então, não permita que as mercadorias sejam retiradas sem a devida requisição e com a identificação de quem as retirou.

Como fazer controle de estoque com fichas?

Se você utiliza um self storage para guardar as mercadorias, monte fichas de controle de movimentação individual, entradas e saídas. Normalmente, a ficha de controle de estoque contém as seguintes informações:

  • Código e descrição do produto;
  • Unidade de consumo (kg, metro, peça);
  • Estoque mínimo;
  • Localização do almoxarifado ou guarda-móveis;
  • Data de entrada e saída do material;
  • Quantidade de entrada, saída e saldo do produto;
  • Valor do custo de entrada, saída e estoque atual;
  • Valor do custo médio e anual de aquisição do produto.

Controle de Estoque

Considere épocas do ano

A demanda por produtos em determinadas épocas do ano pode transformar o giro do estoque para mais ou para menos. Fique um passo à frente em relação a este assunto, faça uma previsão da demanda de produtos e tente agir antecipadamente a qualquer problema.

Faça reposição contínua

A reposição contínua é uma ótima opção para as empresas que utilizam o sistema de self-storage. Ela funciona assim: você compra os produtos com maior frequência, mas mantém no estoque uma quantidade menor de mercadorias.

Há outros tipos de reposição?

Sim! Também existe a reposição periódica, que permite consolidar os pedidos que são recebidos em uma determinada data. Você pode negociar com o fornecedor, mas fique ciente que a entrega pode atrasar e faltar quando as vendas dispararem.

Reposição de Estoque

 

Conheça a LocalBox

Agora que você já sabe como fazer controle de estoque, não deixe de conhecer a LocalBox! Aqui, você encontra armazenagem logística inteligente que se ajusta de acordo com as suas necessidades. A empresa pode alugar um box do tamanho que for necessário e armazenar os materiais da maneira que preferir. Seus funcionários terão uma chave de segurança única, podendo retirar os produtos sempre que quiser, facilitando na gestão do negócio e no controle dos materiais disponíveis.

Self Storage Localbox

10 dicas de bons livros para leitura

Confira nossas dicas de bons livros para leitura, escolha o seu título favorito e faça viagens sem sair do sofá

Que tipo de leitor você é? Daquele que compra livros vorazmente ou que faz uma lista de leitura para os próximos meses? Seja para quem lê muito ou pouco, há ótimos livros de diversos gêneros e autores, capazes de criar histórias incríveis dentro da nossa cabeça. Além disso, ter o hábito da leitura no dia a dia traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental: mais criatividade, concentração, redução do estresse e capacidade de memorização.

Pensando em quem é um amante dos livros, o blog da LocalBox separou 10 dicas de bons livros para leitura, seja para quem gosta de romance, aventura, terror ou suspense. Por isso, confira nossas opções, escolha um lugar confortável e aproveite a leitura!

Dicas de Bons Livros para Leitura

1. Dois a dois – Nicholas Sparks

Mundialmente conhecido por seus livros de romance, Nicholas Sparks traz mais uma obra emocionante. O livro conta a história de Russel Green, que tem uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e filhos adoráveis. Entretanto, do dia para a noite, sua vida sai do trilhos: ele se vê sem emprego, sem a confiança da esposa e também tendo que se desdobrar para cuidar da filha pequena, London.

2. Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente – Igor Pereira da Silva

O TCD, como é chamado carinhosamente, é um livro de poesias curtas e longas, às vezes com muitos parágrafos ou não, estampado com ilustrações delicadas feitas pela artista Anália Moraes. Baseado na página do Facebook com o mesmo nome, o livro oferece uma leitura fluida e bastante poética, podendo ser uma ótima opção para quem deseja encarar de frente os problemas do mundo.

3. O Cemitério – Stephen King

O Cemitério narra o dia a dia da família Creed, que vive feliz em uma ótima casa no Maine. Perto dali, existe um bosque chamado “simitério”, onde crianças costumam enterrar seus animais de estimação, incluindo o gatinho da família. Para quem deseja um livro aterrorizante, o mestre do horror traz uma obra bastante perturbadora, sendo considerada uma das melhores do autor.

4. Cachorros Submarinos – Seth Casteel

Você é um apaixonado por cachorros? Então, um livro que não pode faltar na sua estante é o Cachorros Submarinos, do fotógrafo Seth Casteel. Com quase nada de textos, esse livro é bastante visual, já que traz lindas fotografias de cães saltando em piscinas e lagos para abocanhar um brinquedo. O livro traz muitas imagens fofas e únicas, podendo ser uma ótima pedida para ver com as crianças.

5. As vantagens de ser invisível – Stephen Chbosky

Adaptada para o cinema, a obra de Stephen Chbosky já encantou diversas pessoas ao redor do mundo por causa do seu tom alegre e, ao mesmo tempo, dramático. No enredo, o leitor conhece Charlie, um garoto que troca cartas com um correspondente desconhecido. Durante a trama, podemos conhecer cada dificuldade da vida do menino, incluindo problemas escolares, territórios inexplorados e os primeiros encontros amorosos.

6. Não conte a ninguém – Harlan Coben

Escrito por Harlan Coben, o livro conta a história de David Beck e Elizabeth, um casal apaixonado que sai para comemorar o 13º aniversário de namoro no local onde eles deram o seu primeiro beijo. Entretanto, eles sofrem um terrível ataque que deixa David desacordado e Beth desaparecida por oito anos. Para quem gosta de suspense, a trama é repleta de reviravoltas, segredos e um desfecho de tirar o fôlego.

7. Holocausto brasileiro – Daniela Arbex

Lançado em 2013, o livro-reportagem Holocausto Brasileiro retrata a época em que homossexuais, doentes mentais, meninas grávidas e prostitutas foram confinados em um enorme hospício na cidade de Barbacena, em Minas Gerais. A obra traz uma coletânea de reportagens sobre o assunto, podendo ser uma ótima leitura para quem gosta de histórias que chocaram o Brasil e o mundo.

8. Morte Súbita – J.K. Rowling

Em Morte Súbita, a autora de Harry Potter conta o dia a dia da pequena cidade Pagford. Barry FairBrother, um importante político da região, morre inesperadamente, causando um choque na população. Entretanto, a vaga deixada por ele desenvolve uma grande disputa entre os moradores: todos querem o cargo. Graças aos muitos personagens, a trama é bastante envolvente e recheada de mensagens filosóficas aplicadas de maneira simples.

9. Dançando sobre cacos de vidro – Ka Hancock

Lucy Houston tem um grave histórico de câncer na família e Mickey Chandler possui transtorno bipolar, que o impede de se relacionar bem com as pessoas. Quando o caminho dos dois se cruza, eles acabam se apaixonando e iniciando um complicado relacionamento. A rotina entre Lucy e Mickey é difícil e, em uma consulta de rotina, eles recebem uma notícia que parece um milagre. Dançando sobre cacos de vidro é uma história de amor motivadora que supera todos os obstáculos de doenças que não podem ser controladas.

10. A Seleção – Kiera Cass

A Seleção é uma trilogia (A Seleção, A Elite e A Escolha) escrita por Kiera Cass, e a história se passa em Ilhéa, um país dividido em oito castas. A distopia retrata um tipo de reality show entre meninas que disputam o coração do príncipe Maxon, da casta mais rica de Ilhéa. Uma das personagens é America, que passa por brigas com as outras participantes e outras situações que deixam o leitor surpreso, com raiva e viciado na leitura.

Gostou das nossas sugestões? Aqui, você encontra as melhores dicas de como conservar livros e também para o dia a dia. Além disso, não deixe de conhecer nosso sistema de self storage e guarda-móveis, ideal para quem precisa de mais espaço para guardar os livros e outros objetos queridos. Aproveite!

Página 1 de 2012345...1020...Última »