Qual o uso?

Todos os campos são obrigatórios
Todos os campos são obrigatórios

Arquivos do Autor para hugo

5 dicas para tirar seu empreendimento do papel em 2017

5 dicas para tirar seu empreendimento do papel em 2017

A chegada do final do ano desperta também os planos para o novo período que começa. Esse é o período de começar a arquitetar as realizações do próximo ano e mexer os pauzinhos para que tudo aconteça conforme o planejado. Aproveite essa época de otimismo e agitação para garantir a animação que você precisa para tirar seus planos de negócio do papel. 2017 pode ser o ano em que você realizará o sonho de se tornar um empreendedor, e isso só depende de você. O desafio fica menor com algumas dicas que podem parecer simples, mas que ajudam na hora de listar tudo o que você precisará fazer.

Pesquise e planeje

Um plano de negócios é indispensável para tirar tudo do papel. Ele deve começar a ser preparado desde já, pensando que muitos dos processos requerem tempo e paciência da parte do investidor. Por isso, explore e pesquise bem sua área de negócios, com foco na inovação e pesquisa sobre um segmento em que você encontrará um espaço. Outro fator importante é também pesquisar a legislação envolvida – tanto para abrir uma empresa quanto para a instalação de um espaço físico, por exemplo.

Conheça o consumidor

Um fator decisivo para uma marca que está se construindo é saber com quem ela está dialogando e para quem ela deseja vender. Isso ajuda na construção de elementos que vão desde a linguagem até às características visuais agregadas à sua empresa. Você consegue ter um direcionamento através da escolha dos serviços ou produtos ofertados e, principalmente, da pesquisa de público.

Site

Atualmente, não estar na internet representa um dos piores erros para qualquer empreendimento. Ela já faz parte da realidade de qualquer consumidor e se tornou uma das principais vias de comunicação da sua marca com o público. Crie um site, prepare as redes sociais e busque conteúdos que atraiam novos consumidores. O foco no e-commerce é crucial, pois é uma das áreas que mais crescem no país e que se desenvolvem cada vez mais, especialmente no meio mobile.

Investimentos

Busque as fontes de investimento para realizar tudo o que você deseja nesse ano. Pense sempre em metas concretas e possíveis de atingir. Excelentes opções são incubadoras, crowdfunding e até mesmo um auxílio governamental. Uma excelente ideia são os investidores anjo: profissionais que auxiliam não só com o capital inicial, mas com toda a consultoria e orientação estratégica para o sucesso do seu projeto. Tudo isso com uma participação no capital da empresa, é claro.

Estoque

Por fim, chegamos a um dos pontos estratégicos mais importantes. O estoque de mercadoria é um grande entrave para quem está começando, justamente pela falta de espaço e dos custos para alugar um imóvel. A resposta está justamente no self storage, que permite novas maneiras para entender como organizar um estoque. A armazenagem fica muito mais fácil e não há tanta burocracia – você só paga pelo tempo que usar e não precisa ficar atrelado a contratos muito longos. Sem contar a facilidade de não ter que se preocupar com impostos ou contas, como água e luz. O melhor de tudo é que esse espaço, mesmo depois de você ter conseguido ajustar a logística própria, pode ser usado para arquivo morto por sua empresa no futuro.

Como organizar uma festa em casa

Como organizar uma festa em casa

Amigos em casa, família reunida e muita diversão para uma noite toda. Esse é o cenário perfeito de uma festa de final de ano, seja no Natal ou no Ano Novo. Para conseguir esse clima de celebração e nenhuma preocupação, nada melhor do que planejar tudo com antecedência. Fica mais fácil de conseguir oferecer uma boa experiência para os seus convidados e até mesmo relaxar e curtir sua própria festa. Por isso, confira aqui algumas dicas de como fazer festa em casa que vão ajudar muito no processo.

Espaço livre

Nossa casa é cheia de móveis que compõem a decoração. São sofás, mesas e até mesmo objetos de decoração que dificultam a circulação das pessoas pelo ambiente. É por isso que esse detalhe é o primeiro na hora de pensar em usar sua casa para uma festa. Deixe apenas o que é extremamente necessário e busque um lugar para guardar o resto. Uma boa alternativa são os guarda-móveis, justamente para quem não tem outro espaço para deixar suas coisas e não quer atrapalhar ninguém. É muito mais fácil e sem burocracia arranjar esse espaço para manter seus móveis apenas durante a época das festas. Você paga apenas pelo tempo que usar, sem ficar atrelado à burocracia ou outra preocupação.

Para sentar

Depois de livrar seu espaço, pense também em lugares para acomodar todo mundo com conforto. Procure opções diferentes para sentar e relaxar, sem criar um revezamento das cadeiras ou deixar alguém desconfortável. Assim fica mais fácil de conversar e interagir, e você não precisa ficar a noite toda de pé. Uma boa opção são pufes e almofadas que criam um clima mais descontraído e informal. Da mesma forma que a dica anterior, você pode usar um serviço de armazenagem para deixar seu sofá e pegar emprestado ou alugar algumas cadeiras, para ninguém ficar sem um lugar para descansar.

Cardápio

Elabore sempre um cardápio inclusivo, tendo em mente o gosto de que cada convidado. Se você tem um vegetariano na família, não esqueça de adicionar receitas que não levem nenhum tipo de carne. Na maioria dos casos, é possível ser criativo sem desagradar ninguém. Tenha em mente que o simples e o tradicional sempre agradam e, por isso, não deixe de incluir os pratos mais clássicos dessa época do ano. Uma boa alternativa para quem está enfrentando esse problema é pedir que cada um leve um prato. Assim, todo mundo acaba satisfeito.

Decoração

Um detalhe que também é importante é a decoração. Ela pode parecer mero acessório, mas uma boa decoração pode mudar completamente o clima da festa. Se você decorar bem o ambiente, as pessoas vão reparar e elogios não vão faltar. A árvore de natal é essencial numa boa decoração e é uma atividade super divertida. Além dela, capriche nas iluminações e até nos aspectos mais simples, como guardanapos e copinhos.

Diversão

Conte também com alguns elementos para animar a festa. A música é sempre um atrativo e consegue criar um clima bem mais descontraído. Além dela, vale a pena investir em alguns jogos que consigam fazer todo mundo interagir. Pense também nas crianças, com opções que tornarão o evento divertido para elas também. Os videogames são excelentes opções, especialmente jogos de dança que fazem todo mundo participar e rendem boas risadas. Uma boa escolha são as velhas brincadeiras de amigo oculto ou interação entre os familiares.

Por fim, lembre-se sempre que a diversão deve vir em primeiro lugar. Prepare tudo com calma e aproveite a festa com as pessoas mais especiais. Outro ponto importante é a arrumação no dia seguinte. Faça uma boa faxina no espaço e só depois busque os móveis e outros objetos no guarda-móveis. Assim, fica mais fácil de botar tudo em ordem e garantir a casa no melhor estado para começar um novo ano. Com essas dicas, a sua festa ficará completa e você não passa por nenhum estresse.

Como armazenar suas coleções?

Como armazenar suas coleções?

As coleções deixaram de ser apenas um hobbie para figurar entre as principais atividades na vida de muitas pessoas. Uma paixão para a maioria delas, as coleções representam os gostos dos seus donos e surpreendem justamente pela variedade e quantidade de itens. E há quem faça disso também uma profissão.

Os objetos são ainda mais valorizados com o passar do tempo. Um exemplo surpreendente são as moedas de R$ 1, que foram fabricadas em edição comemorativa para as Olimpíadas. Atualmente, chegam a custar R$ 60 na mão de colecionadores.

Os tesouros dos colecionadores precisam ser armazenados sempre em lugares que garantam tanto a segurança dos objetos quanto a conservação por um longo período de tempo. É pensando nisso que a LocalBox preparou o espaço ideal para isso. São salas com tudo o que você precisa para guardar seus bens mais preciosos. Confira aqui algumas vantagens ao optar pelo self storage e garanta mais praticidade ao manter sua coleção:

Espaço

Um dos grandes problemas para os colecionadores, a falta de espaço é resolvida sem problemas com a ajuda de um box ou guarda volumes. São diferentes tamanhos que se adequam também às características dos elementos da sua coleção; é possível armazenar itens de toda a natureza. Guardar em um ambiente limitado pode fazer com que você empilhe ou aperte as coleções, prejudicando sua conservação.

Poeira e iluminação

Esse pode ser apenas um detalhe, mas a poeira e a incidência de luz solar conseguem ser o diferencial em muitos casos. Objetos, como gravuras, fotografias e itens muito antigos também necessitam desse fator tanto para manter o visual quanto para não desvalorizarem. Assim, é importante encontrar um espaço limpo e protegido do sol.

Organização

A organização em estantes e prateleiras permite separar tudo e catalogar. Em muitos casos, esse pequeno detalhe pode valorizar muito a sua coleção, além da facilidade ao encontrar o que você busca e de separar itens que serão usados em exposições, por exemplo. Tendo um bom controle da sua coleção, é possível até mesmo garantir sua expansão e encontrar os itens que você nem sabia que possuía. Na Local Box você encontra o espaço ideal para o estoque de livros com a organização certa para colocar tudo em ordem.

Segurança

Vale a pena apostar no cuidado com esses tesouros. É o caso de coleções que tem um alto valor agregado. Pinturas, por exemplo, exigem um ambiente controlado que garanta que a tinta e os detalhes de quadros mais antigos não sejam danificados pelo passar do tempo, pelo sol ou pela umidade. O ambiente da LocalBox é monitorado 24h com câmeras e acesso controlado. Só você possui a chave para entrar e retirar o que você precisa.

Independência

Com o self storage, você fica livre de diversos entraves burocráticos. Não é necessário pagar IPTU ou contas como água e luz desse espaço. Basta colocar tudo o que você precisa e pagar pelo tempo que usar. Esse fator beneficia também quem deseja incluir ou retirar novos itens, com a liberdade de acesso no momento que você precisar.

Bebidas de cada estação: como conservar vinhos e espumantes

Bebidas de cada estação: como conservar vinhos e espumantes

Assim como certos pratos se adequam melhor a um determinado clima e época do ano, os vinhos e bebidas também têm essa separação, com características em cada rótulo ou tipo de vinho que permitem dividi-los entre as estações. É importante conhecer melhor a natureza de cada bebida para conseguir apreciar melhor o sabor e toda a experiência que elas podem oferecer. O vinho é ainda mais especial, com detalhes que aguçam o paladar por serem extremamente ricos. Por isso, além de saber escolher o vinho certo, é necessário também conservá-lo bem. Isso é em si uma arte, e a LocalBox ajuda justamente nessa missão, oferecendo o espaço de self storage perfeito para armazenar os vinhos para a próxima estação e saboreá-los no momento certo. São diferentes tamanhos, desde um guarda móveis espaçoso, até boxes menores para se adequar a cada necessidade. Aprenda aqui como armazenar vinhos e quais as melhores escolhas para os períodos do ano.

A lista de bebidas inclui vinhos tintos, brancos, rosés, espumantes, fortificados e doces. Esses diferentes produtos oferecem também características distintas: desde um sabor mais leve a um encorpado, até uma bebida envelhecida, incluindo açúcares e possibilitando combinações com diferentes tipos de comida. Ao mesmo tempo, o teor de álcool também varia. No mercado é possível encontrar vinhos com 2% de álcool na composição, e outros que superam os 20%. Para conservar, lembre-se de sempre manter o vinho em uma temperatura que não chegue a 25ºC. Acima disso ele pode começar a oxidar, perder o sabor original e se deteriorar totalmente.

Primavera

Essa época do ano, com climas mais amenos, pede vinhos também intermediários. Uma excelente pedida são os vinhos rosés. Eles são mais leves, muitas vezes adocicados e frescos, casando muito bem com a transição do frio do inverno para o calor que chega no verão. Eles podem ser apreciados até mesmo gelados, dando ainda mais refrescância para refeições leves. Vale apostar na geladeira para vinho para ter um controle preciso de temperatura.

Verão

As altas temperaturas do verão brasileiro pedem vinhos bem refrescantes e leves. Por isso, nada melhor do que os vinhos brancos servidos gelados. Outra excelente opção são os espumantes, que garantem o sabor e combinam perfeitamente com os dias e noites mais quentes. Vale a pena investir nos drinks e aproveitar a oferta de frutas. Os tintos leves também são uma ótima escolha, melhor ainda com toques frutados. Ao buscar por novos rótulos, invista nos cítricos como o Chenin Blanc.

Outono

Como o outono no Brasil é mais quente, é possível desfrutar de uma gama ainda maior de vinhos. Por aqui, vale a pena apostar nos vinhos mais refrescantes, frutados e brancos. Se o friozinho bater e você sentir a vontade de apreciar um tinto, aposte naqueles de médio corpo. Bons exemplos são o Malbec e o Merlot. Ao guardar seus vinhos na LocalBox, você conta com uma estante para guardar vinho, separando tudo e facilitando na hora de retirar aquele rótulo especial.

Inverno

A época perfeita para os vinhos mais encorpados, o inverno é uma das temporadas mais propícia para apreciar uma variedade grande de rótulos. É nessa época do ano que você aproveita para abrir os vinhos mais encorpados, como Chardonay e Pinot Blanc. Boas apostas são o Sémillon ou brancos do Rhône. Na LocalBox você conta com uma adega de vinhos climatizada para aproveitar durante todo o ano. Assim, quando as temperaturas baixarem basta ir buscar nessa geladeira de vinhos os melhores tintos.

Aprenda a organizar documentos de uma empresa

Aprenda a organizar documentos de uma empresa

Os arquivos empresariais, sejam quais forem seu porte e segmento de negócio, devem estar sempre organizados, pois é necessário mantê-los em um local específico. Um exemplo é o arquivo morto, que armazena documentos importantes por até duas décadas, segundo a legislação brasileira.

Saber como organizar arquivos de uma empresa, além de diminuir a repetição de tarefas, é uma medida fundamental para a consulta e o controle das atividades já realizadas e que estão em fila de produção.

Além disso, aprender como arquivar documentos de uma empresa de maneira correta possibilita rápida consulta a uma rica fonte de dados importantes, como números e valores, além de informações sobre o relacionamento com fornecedores e a reputação de clientes.

Veja como tornar esse processo mais fácil e útil para as atividades de qualquer empresa ou comércio:

Determine um local específico

Documentos em papel precisam de um local adequado para sua conservação. O ambiente deve ser seguro, protegido da ação climática, do calor excessivo e da umidade, ser bem arejado, climatizado e organizado para esse fim. Se a estrutura da empresa não proporcionar todos esses aspectos, o ideal é contratar um serviço especializado de guarda documentos ou self storage.

Crie pastas por assuntos e datas

Adote pastas ou caixas por categoria de documentos. Por exemplo, reserve uma pasta ou até toda uma prateleira apenas para notas fiscais. Dentro deste espaço, divida os respectivos documentos em pastas menores, organizadas por ano e mês.

Dispor as seções maiores, como “contratos” ou “documentos internos”, em ordem alfabética ajudará a eliminar tempo na busca de um documento específico.

Digitalize o que puder

Para evitar que os documentos mais recentes e mais utilizados da empresa, como contratos e termos de serviços, fiquem sempre rodando de mesa em mesa, correndo o risco de se perder, faça cópias digitalizadas desses papéis e armazene-os em um servidor ou nuvem, onde possam ser acessados frequentemente por diferentes usuários autorizados.

Tenha um responsável pelo arquivo

É muito importante centralizar a organização dos arquivos da empresa em um funcionário ou em uma equipe reduzida. Mesmo que a atividade demande horas-trabalho do colaborador, essa tarefa deve ser administrada cuidadosamente e com o afinco e atenção de quaisquer outras atividades desenvolvidas na administração do negócio.

Ficou com alguma dúvida sobre como guardar seus documentos? Na Localbox você encontra as melhores soluções em Armazenagem, Self Storage e Guarda Móveis. Confira!

Seis dicas imperdíveis para a sua mudança

Seis dicas imperdíveis para a sua mudança

Cedo ou tarde, a mudança de casa se torna inevitável. Independentemente do motivo, o processo é sempre complexo e demanda preparo, organização e tempo para que todos os móveis e pertences sejam armazenados, transportados e deslocados em segurança até o novo endereço.

Reunimos dicas importantes para mostrar como fazer uma mudança sem estresse e da forma mais simples e eficiente possível.

Providencie uma caixa de ferramentas

Mesmo que você não seja um profissional da marcenaria, a mudança vai exigir que, em algum momento, móveis sejam desmontados e montados novamente. Além disso, martelos, alicates e chaves de fenda de diferentes tamanhos são imprescindíveis para pequenas instalações, assim como pregos, armários e furadeiras.

Identifique fios e parafusos

Ao desmontar seus móveis e aparelhos eletrônicos, separe os parafusos e fios em pequenos sacos plásticos e escreva do lado de fora de onde eles saíram e para onde devem voltar. Evite transtornos por causa da perda de peças pequenas, porém indispensáveis para a nova casa.

Providencie caixas e bolsas com alças

Como muitos objetos menores serão transportado juntos, as alças são fundamentais para facilitar que tudo seja carregado com mais firmeza e segurança até o destino final.

Protegendo a carga

Quando organizar as caixas e bolsas para a mudança, use plástico bolha, lençóis, toalhas e até bichinhos de pelúcia para preencher espaços vazios e impedir que seus objetos chacoalhem, desgastem-se, risquem-se ou quebrem-se durante o transporte. Essa dica vale para proteger da tela da TV a frascos de perfumes.

Prepare uma caixa para a primeira noite

Separe alguns itens básicos para passar a primeira noite na nova casa, sem precisar desempacotar toda a mudança. Identifique a caixa e leve nela produtos de higiene pessoal, roupa limpa de cama e de dormir, alguns talheres e copos, uma lanterna e pilhas para emergências, documentos e medicamentos.

Utilize um guarda-móveis

Não leve para a casa nova o que ainda não precisa usar. Preservar, temporariamente, seus objetos maiores em um guarda-móveis dará mais espaço e praticidade para a organização dos cômodos. Esse tipo de armazenagem especializada vai garantir maior liberdade para a nova casa ser mobiliada e decorada com calma e tranquilidade.

5 Maneiras para conservar móveis antigos

5 Maneiras para conservar móveis antigos

Todos os itens da sua casa merecem cuidados especiais, principalmente a fim de mantê-los sempre conservados. Os móveis são peças-chave para o bom funcionamento do lar, proporcionando não apenas uma decoração ainda mais trabalhada, como também a organização do local.

Quando os móveis da casa são antigos ou rústicos, a atenção deve ser ainda maior. Pensando nisso, separamos cinco dicas para você manter esses elementos sempre com aspecto de novos. Confira!

Acabamento

No geral, as peças mais antigas são feitas de madeira. Entretanto, além disso, é necessário saber o tipo de acabamento realizado, pois eles interferem diretamente nas formas de conservação e limpeza. Quando essa etapa é pulada, o risco de danificar os móveis é maior do que as chances de mantê-lo em ordem.

Existem diversos tipos de acabamento em madeira. Alguns deles são: esmalte incolor, esmalte colorido, tinta, acabamento natural e verniz. Cada um tem suas respectivas especificidades e características, as quais devem ser respeitadas a fim de garantir maior longevidade à peça.

Limpeza

A higienização dos móveis de madeira de demolição, ou com estilo rústico, deve ser feita correta e periodicamente. O mais indicado é que não seja realizada com produtos químicos, pois eles podem danificar a peça. O ideal é investir em um pano macio e seco, apenas para retirar a poeira acumulada.

Em seguida, passar um pano umedecido (mas não esfregar muito) para retirar a sujeira mais impregnada e de difícil remoção. Vale lembrar que se deve evitar ao máximo um pano muito molhado ou encharcado, já que, nessas condições, o material pode proliferar micro-organismos.

Os móveis feitos em MDF também requerem cuidados especiais. Com o tempo, o acúmulo de poeira pode deixar a superfície fosca. Além disso, quando ela fica impregnada nos encaixes ou quaisquer outros espaços, a região fica escura e muito difícil de limpar. Nesse caso, a dica é realizar a limpeza com um pano levemente umedecido com água morna.

Para manchas complicadas de serem removidas, é válido investir em um pano umedecido com sabão neutro e água, ou utilizar álcool e água (em quantidades iguais). Após todos os procedimentos, é de suma importância secar completamente o móvel logo em seguida.

Áreas externas

Apesar das peças feitas com madeira normal ou de demolição serem resistentes a intempéries, é preciso tomar cuidados especiais quando dispostos em áreas externas, como varandas e jardins. Evitar o contato direto com a terra pode evitar desgastes no material, aumentando sua vida útil.

Além disso, ficar sob o intenso sol da tarde também pode trazer alguns danos ao móvel, enquanto o sol da manhã é mais brando e menos nocivo para as madeiras. Ainda assim, a luz solar pode manchar o material e as lâminas correm o risco de descolarem. O mesmo acontece quando o local é muito úmido.

Manutenção

Para que as peças possam ser aproveitadas por muito mais tempo, vale realizar sua manutenção periódica. Apertar os parafusos e se certificar de que eles estão bem presos é importante, e também pode garantir a segurança da sua família.

Uma maneira simples de se certificar que a peça está bem cuidada é, pelo menos uma vez ao ano, lixar e refazer o acabamento da peça. Assim, quaisquer trincas, lascas e até mesmo rachaduras se tornam visíveis e você pode realizar os procedimentos necessários para reverter os danos.

Armazenamento

Os cuidados devem ser feitos nos momentos em que você e sua família estão em casa – mas também devem ser pensados e planejados para que essa ação seja continua mesmo quando a residência está vazia. Durante o período de férias e viagens, eles devem permanecer bem conservados para aumentar sua vida útil.

Uma dica é investir no sistema Self-Storage. O aluguel de boxes, com o tamanho e as características ideais para receber seus objetos, é uma solução para diversas situações. Mais do que férias e viagens, é possível armazená-los no guarda-móveis enquanto a casa está em reforma ou a família realiza uma mudança.

A importância de manter comprovantes de pagamentos guardados e seguros

A importância de manter comprovantes de pagamentos guardados e seguros

As notas fiscais e os comprovantes de pagamento são documentos facilmente descartados como lixo. Isso se deve principalmente pela grande quantidade de comprovantes que recebemos todos os dias, seja pelo pagamento de um almoço, por compras no shopping e até pela recarga dos bilhetes de ônibus. Por serem bastante comuns e em boa parte das vezes dispensáveis, acabamos por descartar alguns comprovantes importantes que deveriam ser guardados.

Mais do que informar valores de compras, esses papeizinhos são essenciais para comprovar pagamentos e garantias de produtos. Além disso, as notinhas contêm informações importantes – como a alíquota do imposto de renda, por exemplo. Por isso, embora quando em grande quantidade ocupem certo espaço, os comprovantes são bastante importantes; e, por serem frágeis, não deveriam ser deixados em bolsas manuseadas com frequência. Por isso, é válido separar um espaço para armazenar esses pequenos documentos.

Alguns consumidores costumam guardar as notas em pastas etiquetadas, mas uma ótima alternativa é apostar nos arquivos. Você pode adquirir um arquivo morto e posicioná-lo em um local discreto da casa ou no escritório. Divida os espaços do móvel em categorias, como “contas pagas” e “notas fiscais”, por exemplo, e organize as gavetas de forma que, quando precisar procurar algum comprovante, possa encontrá-lo com facilidade e rapidez. Mas, mesmo com um grande arquivo morto, é comum que as gavetas fiquem sobrecarregadas depois de certo tempo, exigindo uma “limpeza” dos documentos. Por isso, confira abaixo algumas informações importantes que irão te ajudar a determinar por quanto tempo você deve guardar cada nota ou comprovante.

O artigo 206 do Código Civil Brasileiro possui algumas regras para a prescrição de dívidas, funcionando como orientação para que os consumidores saibam por quanto tempo devem guardar os comprovantes de pagamento. Cada tipo de conta possui um prazo diferente de expiração, por isso, fique atento às dicas.

Imposto de renda

Cada contribuinte que faz a declaração do imposto de renda deve guardar a cópia da declaração anual por cinco anos, e a data deve ser calculada a partir do primeiro dia útil do ano que segue. Essa “regrinha” vale também para os comprovantes de entrega da declaração no banco, documentos que comprovem aplicações em bolsas de valores e outros investimentos, recibos de contas médicas ou escolares, e qualquer outro tipo de documento que permita deduções. Depois de cinco anos, a Receita Federal não mais pode contestar o contribuinte.

IPTU, IPVA e outros impostos similares

O IPTU e o IPVA também devem ser arquivados pelo prazo de cinco anos, contados a partir do primeiro dia útil do próximo ano em que foi efetuado o pagamento – ou seja, quase seis anos. De acordo com o Código Tributário Nacional, esse é o tempo máximo em que a União, os estados e municípios podem cobrar os contribuintes.

Água, Luz, Telefone e Gás

Todos os recibos de quitação das cobranças de luz, água, gás e telefone devem ser guardados por cinco anos também, prazo para prescrição da cobrança das taxas determinado pelo Código Civil. Vale lembrar que algumas empresas prestadoras desses serviços, além de oferecerem os comprovantes mensais, enviam também ao consumidor comprovantes anuais. Ao receber esse documento, você pode descartar os comprovantes referentes aos meses anteriores.

Notas Fiscais e Garantias de produtos

Para que o consumidor possa reclamar de algum defeito com o fabricante, é preciso que ele possua a nota fiscal válida. Em relação a produtos não duráveis, como na compra de comida, o prazo é de 30 dias. Para bens duráveis, o prazo é de 90 dias. Em casos excepcionais, como os casos de vício oculto – tipo de defeito que costuma aparecer após o vencimento da garantia e que não é causado por negligência no uso por parte do consumidor – o prazo começa a valer a partir da data em que o consumidor percebeu o problema.

Consórcios

Os documentos que comprovam que as parcelas foram quitadas uma a uma devem ser guardados até que o consórcio termine.

Crédito Imobiliário

Os recibos de pagamentos devem ser arquivados até que a administradora do crédito imobiliário torne oficial a quitação do pagamento e liberação do bem.

Aluguel de Imóveis e Taxas de Condomínio

Os comprovantes de quitação mensal do aluguel devem ser guardados por três anos, prazo máximo em que o locador pode cobrar parcelas do aluguel em atraso. Demais documentos referentes ao contrato de aluguel devem ser guardados por todo o período da locação, até a desocupação do imóvel e recebimento do termo de entrega das chaves. Depois, ainda devem ser guardados por mais três anos. Com relação ao pagamento do condomínio, as notas devem ser guardadas por cinco anos após a data de pagamento.

Faturas do Cartão e Comprovantes de Compra

As faturas devem ser guardadas por um ano. Os comprovantes de compra dos pagamentos feitos no cartão de crédito devem ser mantidos por seis meses. Para as compras em débito, à vista ou parceladas, por cinco anos.

Dívidas, Contratos e Financiamentos

O consumidor deve arquivar os recibos de tudo que comprou e quitou. No caso dos contratos, eles devem ser conservados até que todo o vínculo entre as partes termine. Para os financiamentos, depois de pagar todas as parcelas e desalienar o bem, é importante pedir à empresa que forneça um comprovante de quitação que deve ser mantido por, no mínimo, dois anos.

Convênios e Planos de Saúde

Caso o consumidor vá usar o recibo médico como dedução no Importo de Renda, este deve ser guardado por cinco anos. Caso contrário, por apenas dois anos. Quem possui contrato de seguro saúde deve guardar o documento por um ano. Os documentos referentes ao contrato do plano de saúde e outras declarações devem ser guardados por todo o período da contratação do serviço.

Compra de Imóveis

Tanto a proposta, quanto o contrato de compra e venda e todos os recibos de quitação de terrenos, casas e apartamentos devem ser guardados até que a escritura seja lavrada e devidamente registrada no cartório. Ou seja, até que o comprador consiga adquirir efetivamente a propriedade e que ela esteja em seu nome.

Multas

É bastante indicado que os comprovantes de pagamento das multas sejam arquivados por pelo menos dois anos. Os documentos referentes ao licenciamento e pagamento de seguro devem ser guardados pelo dono do veículo por um ano, quando perdem valor e precisam ser renovados. Já o recibo de compra e venda deve ser guardado até que o veículo seja vendido para um novo proprietário. O novo dono do veículo tem 30 dias, no máximo, para transferir o veículo.

Comprovantes de pagamento de empregados domésticos

O comprovante de pagamento do salário de empregados domésticos deve ser guardado por cinco anos. De empregados rurais, por dois anos. Esses são os prazos para reclamações trabalhistas.

Comprovantes de mensalidade escolar

Devem ser guardados por cinco anos caso sejam usados como abatimento no Importo de Renda. Caso contrário, podem ser arquivados por dois anos.

Hospedagem

O prazo para que hotéis, pousadas, albergues, pensões e outros estabelecimentos de hóspedes cobrem dos consumidores gastos com relação à hospedagem é de um ano.

INSS

Os profissionais autônomos devem guardar o carnê do INSS até que seja feito o pedido da aposentadoria, para fins de previdência social.

Seguros

Tanto a proposta de seguro, quanto a apólice e as todas as declarações de pagamento, devem ser guardadas por um ano além do tempo em que o seguro estiver vigorando. Caso o seguro seja contratado a crédito, o prazo aumenta para cinco anos.

As melhores opções para armazenar documentos!

Na Localbox você encontra as melhores opções para armazenar seus comprovantes e documentos. Se você ficou com alguma dúvida , pode acessar o site da Localbox para mais informações, lá você encontra as melhores soluções em Guarda Móveis e Self Storage. Confira!

Self Storage: um espaço diferente para cada tipo de uso

Self Storage: um espaço diferente para cada tipo de uso

O Self Storage é um sistema de armazenamento caracterizado pela locação de boxes. Ele pode ser solicitado por pessoas físicas e jurídicas, conforme a necessidade de cada um: organizar estoques, mercadorias, guardar móveis, documentos ou até mesmo coleções e objetos de valor.

Muito conhecido e utilizado em outros países, o Self Storage é uma solução prática e segura para guardar os pertences com baixo custo. Os ambientes são monitorados por câmeras de segurança e alarmes, garantindo a preservação e conservação de todo o material armazenado.

Boxes de todos os tamanhos

Para cada necessidade, existe um modelo diferente de boxe disponível: com metragens maiores, menores, altos e baixos. Desta maneira, é possível escolher aquele que melhor acomoda os objetos que deverão ficar nos boxes. Conheça alguns deles!

Guarda Móveis

Pessoas físicas ou jurídicas podem utilizar esta área de maneira inteligente, pois ela é uma solução para quem precisa de maior espaço dentro de casa ou do escritório. O Guarda Móveis é amplo, prático e pode ser usado pelo período que o locatário considerar necessário.

É um boxe que atende às famílias que farão reformas; que irão se mudar para casas ou apartamentos menores e não têm onde deixar alguns de seus móveis e outros pertences; e para pessoas que irão viajar por um período longo e não querem se desfazer dos móveis. Esta é também a solução perfeita para as empresas que irão fazer uma reforma parcial ou completa do escritório e para aquelas que irão mudar de endereço.

Arquivo Morto

O conjunto de documentos que devem ser guardados, por um determinado período de tempo, é chamado de arquivo morto. Há leis brasileiras que obrigam empresas e pessoas físicas a manterem alguns tipos de registros, como comprovantes, recibos e contratos.

Armazená-los de maneira segura é importante, porém garantir que eles fiquem sempre organizados e bem conservados é ainda mais. Assim, é possível encontrar todos os documentos com facilidade. Para atender a essa necessidade, existe um boxe especializado neste tipo de armazenamento.

Estoque de Mercadoria

As instalações e a infraestrutura devem acompanhar o crescimento de escritórios e empresas. Quando se trata de armazenagem e estoque, o espaço deve ser bem preparado para receber quaisquer tipos de produtos. Organização, segurança, preservação e conservação de mercadorias devem estar em primeiro lugar.

O mais indicado, portanto, é optar por um boxe que tenha as características que melhor se adequem a seus produtos, sem comprometer a qualidade. Os espaços destinados a estoque de mercadorias são amplos e conseguem comportar sistemas de armazenamento verticais ou horizontais.

Como o self storage ajuda nos seus hobbies

Como o self storage ajuda nos seus hobbies

Os hobbies são aquelas atividades que são praticadas por prazer, trazendo diversão enquanto são feitas. Elas são excelentes formas de garantir uma ocupação ao seu tempo livre com mais qualidade e sentimento de satisfação. Às vezes um hobby pode até se tornar uma forma de renda, mas o mais importante nesse caso é que ele se mantenha levando uma sensação positiva para a sua vida.

Ter essas atividades é essencial para diminuir o estresse do dia a dia, criando momentos em que você se dedica apenas àquilo que realmente te dá prazer. Seja uma atividade física, estudo de uma matéria específica ou até mesmo a confecção de objetos de um determinado estilo, tudo isso pode ser muito positivo.

Principalmente no caso das pessoas que precisam de materiais, de livros a máquinas e outros instrumentos, para praticar seu hobby, é necessário ter um espaço especial para desenvolver e armazenar seus itens. Neste ponto o self storage entra em sua vida para simplificar ainda mais!

Guarde seus materiais com a ajuda da Localbox

Para que o seu hobby seja uma atividade relaxante e saudável, no entanto, é necessário que você se organize para que o seu tempo e o seu espaço não sejam prejudicados, fazendo com que suas outras atividades não sejam atrapalhadas.

Nesta situação, alugar um box ou outro espaço para armazenar suas ferramentas ou até mesmo o que você faz, como quadros, artesanatos, entre outros, é uma excelente maneira de não comprometer o espaço da sua casa, prejudicando os outros moradores ou até mesmo correndo o risco de danificar seus materiais. E assim você poderá buscá-los sempre que precisar.

O mesmo para acessórios esportivos. Se você gosta de basquete, vôlei ou outras atividades, mas não pode guardar seus itens em casa pela falta de espaço – principalmente se isso incluir os acessórios para montagem do espaço, como redes e cestas, você consegue oferecer mais segurança e a acomodação adequada a eles em um box da Localbox.

Mais segurança e conforto ao seu dia a dia

Manter os itens que você não usa no dia a dia em uma armazenagem segurança e própria, como um box da Localbox, é uma maneira de garantir maior durabilidade desses itens, além de economizar o espaço dentro da sua casa. Além disso, você também pode abrir espaço em sua casa guardando seus itens em guarda-móveis ou arquivo morto, permitindo que você tenha uma área livre para as ferramentas ou acessórios do seu hobby.

Página 1 de 212