Qual o uso?

Todos os campos são obrigatórios
Todos os campos são obrigatórios

Monthly Archive for janeiro 2018

Volta às aulas: o que fazer com material escolar antigo?

Para muita gente, começo de ano é sinônimo de volta às aulas e, consequentemente, compra de materiais escolares novos. Mas o acúmulo de livros didáticos, cadernos e trabalhos escolares pode resultar em desperdício e má organização de seu espaço. Pensando nisso, separamos dicas sobre o que você pode fazer com o material escolar antigo. Confira!

Reaproveite alguns itens

Alguns objetos como canetas, lápis de cor, borrachas, tesouras e colas, por exemplo, têm longa vida útil e acabam sobrando. Uma boa dica é reaproveitar esse tipo de material e, assim, economizar com a lista de compras do ano atual. Além do mais, materiais mais resistentes, como mochilas, estojos e lancheiras, também podem ser utilizados novamente.

Normalmente sobram folhas nos cadernos. Assim, você pode retirar as usadas para reciclagem e manter as que estão em branco. Esse material pode ser aproveitado como rascunho ou até mesmo para a criança utilizar em casa.

Avalie o que você quer preservar

Não tem jeito. É muito comum que os pais queiram preservar alguns trabalhos e atividades especiais realizados pelas crianças. Por isso, separe aquilo que for importante para você e para seu filho. Deixe ele escolher os projetos que mais gostou e preserve-os. Uma boa dica é deixar os cadernos do ano anterior e descartar os mais antigos. Assim, esse material servirá como fonte de consulta durante os estudos do ano vigente.

Digitalize os trabalhos mais importantes

Para evitar o acúmulo de papéis e a desorganização, temos outra dica: digitalize as atividades. Essa é uma maneira de preservar tudo o que for necessário, evitando bagunça e riscos de perder cada trabalho.

Troque ou doe os livros didáticos usados

Preserve os livros didáticos e deixe-os encapados. Assim, você poderá doá-los para instituições filantrópicas, bibliotecas ou mesmo para crianças que irão precisar desse material neste ano. Outra dica é trocar os livros com pais que, porventura, têm os livros que serão necessários para a nova etapa de seus filhos.

Gostou das dicas? Fique de olho nas novidades do blog da LocalBox. Somos especialistas em Self Storage e aluguel de espaço para guarda volumes. Quer saber de mais dicas para organizar a sua casa? Confira o texto que fizemos sobre o que fazer com brinquedos.

4 dicas de como valorizar um imóvel para venda

Quer saber como valorizar um imóvel para venda? Alguns reparos e cuidados podem ajudar a garantir um bom valor em seu negócio

A concorrência para fechar negócio na hora de vender ou alugar um imóvel é bastante ampla. Mas existem alguns detalhes que fazem a diferença para quem está visitando o imóvel e são excelentes critérios de desempate para quem deseja sair na frente e, enfim, vender, alugar ou até mesmo aumentar o valor da casa ou do apartamento.
Quando estamos interessados em algum produto ou na compra de um imóvel, levamos em conta o estado de conservação e o aspecto do objeto desejado. Por isso, leve isso em consideração no momento de receber as pessoas em seu imóvel. Alguns pequenos cuidados em pontos estratégicos já são suficientes para gerar valor e deixar o ambiente convidativo para os possíveis inquilinos ou compradores.
Quer saber como valorizar um imóvel para venda ou aluguel? Confira aqui alguns reparos e cuidados que você precisa ter em sua casa ou apartamento.

1 – Faça pequenas reformas que valorizam o imóvel

Consertar vazamentos, rachaduras e infiltrações é um dos primeiros passos para deixar o espaço bem cuidado e conservado. Certifique-se de que as maçanetas das portas e dos armários estão em boas condições de uso. Caso o seu imóvel tenha móveis, avalie as suas condições, bem como os possíveis equipamentos eletrônicos que forem disponibilizados nesse espaço.
Pisos e azulejos danificados ou corroídos pelo tempo podem desvalorizar o imóvel. Se possível, troque o revestimento e até mesmo as louças do banheiro caso estejam impróprias para uso. Deixar o imóvel com cara de novo melhora a percepção de seus potenciais compradores ou locadores, o que te ajudará a fechar negócio rapidamente. Se há objetos demais no espaço, veja o post no qual te explicamos como guardar seus móveis durante a reforma.

2 – Mantenha a pintura em dia
A pintura também passa uma boa impressão. Apostar em tons neutros e cores claras dá uma sensação de amplitude nos cômodos, além de deixar o espaço mais iluminado. Prefira tons mais quentes da paleta de cores claras, pois são mais convidativos do que um branco neve, por exemplo.

3 – Deixe o imóvel bem organizado
É muito comum que os proprietários coloquem objetos que não utilizam nos imóveis desocupados. Isso pode prejudicar que os clientes imaginem seus próprios móveis no espaço. Nesse caso, alugar um guarda-móveis é uma boa medida para manter o imóvel livre e facilitar a circulação.
Se você ainda mora no local, tomar alguns cuidados, como manter a casa organizada, aconchegante e com todos os cômodos limpos, dá uma ótima sensação para quem visita o ambiente.

4 – Não se esqueça da área externa
Esta última dica é ideal para as casas, pois a área externa merece uma atenção especial. Deixe a garagem limpa e organizada, pinte a fachada e cuide para que a casa fique ainda mais atrativa logo no primeiro contato do possível comprador ou inquilino.
Com pequenos cuidados e investimentos você conseguirá destacar o seu imóvel no mercado e, assim, fechará o seu negócio com mais rapidez e ótimo retorno. Quer saber mais dicas como essas? Fique de olho no blog da LocalBox!