Qual o uso?

Todos os campos são obrigatórios
Todos os campos são obrigatórios

Monthly Archive for maio 2016

Dicas para armazenar seu arquivo morto em um Self-Storage

Dicas para armazenar seu arquivo morto em um Self-Storage

Atualmente, as empresas buscam cada vez mais eficiência e otimização de tempo e espaço para manter o constante crescimento. Sejam pequenos, médios ou grandes, os empreendimentos procuram atuar com um controle eficaz de custos, a fim de evitar ao máximo desperdícios e gastos desnecessários. Alugar um box Self-Storage pode parecer uma ideia muito custosa inicialmente, mas o ganho de espaço e os preços oferecidos pelo segmento podem ser vantajosos para quem deseja produzir mais e melhor.

As empresas de Self-Storage surgiram com o intuito de oferecer locais para o processo de guarda móveis, objetos e documentos em geral. A maior parte das pessoas que busca o aluguel desses espaços faz isso em períodos de mudança, reforma ou pequenas viagens. Mas, nos últimos anos, o número de companhias que procuram essa solução vem crescendo no Brasil.

Armazenar recibos e contratos é uma necessidade estipulada por lei; no Brasil, as empresas são obrigadas a guardar estes documentos fiscais por até 20 anos, dependendo do tipo, para possíveis auditorias e fiscalizações futuras. Em virtude dessa obrigatoriedade, as empresas, em algum momento, podem ficar sem espaço em suas sedes devido ao acúmulo de arquivo morto e documentos gerados diariamente.

Nessa situação, alugar um box self storage é a melhor solução. As caixas de arquivo morto são parte muito importante de qualquer empresa, já que abrigam todo o histórico de produção, vendas e transações já realizadas pela companhia. Manter os documentos em ordem e bem armazenados para fácil consulta é primordial para que a empresa continue crescendo.

Além de ser muito econômico, armazenar o arquivo morto de sua empresa em um Self-Storage pode ser muito prático. Mas é importante saber algumas dicas na hora de organizar esse tipo de espaço, garantindo uma otimização ainda maior.

Defina o espaço de circulação do local

Após definir o tamanho ideal do box para as necessidades da sua empresa, é necessário pensar na distribuição dos itens no local. Deixe tudo organizado a fim de facilitar o acesso de quem precisa consultar os arquivos, evitando empecilhos ou caixas amontoadas nos espaços de circulação. Além disso, planeje quantas caixas, prateleiras e corredores serão necessários para acomodar todos os documentos do seu empreendimento. A falta de organização pode comprometer toda a documentação e a busca por informações.

Liste todos os itens que serão armazenados

Fazer uma lista com todos os itens armazenados é fundamental para evitar o esquecimento ou a perda de documentos importantes. Uma boa ideia é enumerar as caixas do arquivo morto de acordo com o mês ou ano dos recibos e contratos, mantendo uma lista com o conteúdo de cada caixa em um computador. Isso pode facilitar e agilizar o processo de pesquisa. Etiquetar todas as caixas também é uma forma de facilitar a identificação do conteúdo armazenado.

Organize os arquivos em prateleiras

Para organizar tudo adequadamente, você pode contar com as próprias prateleiras do seu box Self-Storage. Usar esses apoios é uma forma de verticalizar o espaço e aproveitar ainda mais toda a metragem do local. Além de facilitar a organização, o uso de prateleiras permite que mais caixas sejam armazenadas.

Guarde as caixas que serão menos movimentadas no fundo

As caixas de arquivo morto contendo documentos que possivelmente serão menos solicitados ou utilizados em futuras fiscalizações devem ser guardadas no fundo. A parte da frente das prateleiras deve ser destinada aos documentos mais requisitados e consultados com mais frequência. Essa estratégia permite que você tenha acesso às caixas e documentos rapidamente, sem bagunçá-los.

Organização dos documentos: segredo para manter o bom funcionamento de uma escola

Organização dos documentos: segredo para manter o bom funcionamento de uma escola

O ambiente escolar é essencial para o desenvolvimento dos alunos e boa formação de todos os profissionais. Para garantir esta qualidade no ensino, é importante que a organização escolar seja feita de maneira eficiente, atualizando constantemente o processo administrativo-pedagógico.

Quando uma escola, seja ela pública ou privada, consegue garantir que sua parte administrativa apresente uma organização eficiente, professores, coordenadores e diretores poderão oferecer melhor atenção e melhores resultados quanto aos processos educacionais.

O atendimento e o aprendizado dos alunos e seus responsáveis, por exemplo, estão intimamente ligados a isso.

Portanto, o armazenamento e a manutenção de documentos referentes a esses processos educativos devem ser mantidos por longos períodos – ou até mesmo considerar a alternativa de jamais serem descartados. Por isso, o self storage é uma opção viável e cada vez mais popular, visto que pode garantir economia de espaço e financeira.

Por que usar self storage para uma escola

Uma escola, além de educação de alta qualidade, deve oferecer um bom atendimento, unindo eficiência, praticidade e qualidade. Além das atividades educacionais, ela também deve oferecer o serviço onde consta o registro de alunos, atuais ou que já passaram pela instituição de ensino, de modo a não permitir que nenhum dado seja perdido pelo caminho.

No entanto, nem sempre é possível providenciar o espaço necessário para esses registros dentro do prédio ou outros espaços onde se dão essas atividades.

O self storage, portanto, consegue suprir essa demanda por espaço, dando a segurança necessária para esses documentos e demais arquivos, ao mesmo tempo que oferece mais economia.

Dessa forma, você deve pagar um valor onde já estão previstos a locação do espaço e todas as garantias oferecidas pela empresa, como por exemplo a segurança dos seus pertences.

Deste modo, os documentos armazenados em um self storage ficam mais protegidos. Você tem acesso a eles no momento que precisar, evitando que eles ocupem um espaço que poderia ser utilizado para outras atividades.

O espaço na organização escolar

Seja para garantir um melhor atendimento a pais, responsáveis e aos próprios alunos, ou ainda para garantir uma área maior às atividades educacionais, o espaço escolar deve ser bem pensado de maneira a garantir o desenvolvimento dos alunos.

Entrando em contato com atividades que estimulem o aprendizado e a própria qualidade de vida dos envolvidos, é necessário assegurar que as áreas utilizadas sejam bem pensadas e organizadas.

Tornam necessária a boa organização das partes mais burocráticas, essenciais ao funcionamento da instituição. Sempre devem favorecer ao máximo as atividades desenvolvidas no espaço.

O verão está acabando: o que fazer com os itens de praia?

Mais uma temporada de verão chega ao fim. A estação acaba em março, mas as temperaturas elevadas ainda permanecem. Entretanto, com a chegada das chuvas e o fim das férias escolares, as idas às praias ficam cada vez mais raras.

É pensando nisso que é preciso ter organização na hora de conservar os itens de praia. Eles serão usados apenas no próximo verão e, por esse motivo, merecem um cuidado especial para garantir que durem por mais estações. Confira cinco dicas para aproveitar muito mais esses produtos e mantê-los sempre em bom estado.

Limpe tudo

Antes de qualquer coisa, é preciso dedicar um cuidado extra com a limpeza. A maresia e o sal podem corroer muitos dos elementos, principalmente os metais. É por isso que vale a pena dedicar um tempo na lavagem de muitos deles. Itens como cadeira de praia, guarda-sol e brinquedos das crianças podem ser lavados na mangueira no quintal. É preciso limpar bem, não só retirando a areia como se faz ao retornar do dia na praia. Isso faz com que eles fiquem conservados por muito mais tempo em bom estado. Além disso, as roupas de banho merecem mais uma lavagem antes de irem para a gaveta.

Separe por categoria

Com a chegada do próximo verão, muita gente vai se lembrar de algum item esquecido ou dar por falta de algo que não ficou guardado corretamente. Em geral, a ausência só é notada quando é preciso usá-los novamente. É por isso vale a pena separar tudo por categoria, evitando qualquer esquecimento. Todos os brinquedos de praia podem ficar guardados em uma única sacola. Os aparatos para a viagem, por exemplo, podem ser agrupados juntos. É o caso do cooler ou isopor usados nos dias de praia, que devem ser limpos e guardados junto com os outros objetos.

Atente para a validade

Os protetores solares, bronzeadores e outros produtos usados para a praia geralmente têm uma validade que não extrapola muitos verões. Como muitos deles são usados apenas durante o alto verão ou nas praias, vale a pena ficar de olho nessa data para não usar um produto vencido. Isso pode prejudicar a pele ou não ter o mesmo efeito de defesa desejado. Para alguns deles que só têm a validade expressa na caixa, vale anotar com uma caneta permanente para ter esse controle. Assim, na próxima estação, você saberá o que é preciso renovar e reabastecer.

Armazenamento

Na hora de guardar alguns itens maiores, vale a pena buscar um bom espaço de self storage. A prática é muito comum fora do país e vem ganhando cada vez mais espaço por aqui. O valor não é alto e compensa com o espaço ganho em casa. Assim, elementos maiores como boias, pés de pato e até as pranchas conseguem ficar armazenado em um ambiente seguro e com as melhores condições. Tudo isso sem ocupar aquele espaço enorme na área de serviço ou no armário. Principalmente para quem mora nas grandes cidades e não possui uma casa na praia própria. Ou ainda para quem aluga esse espaço, garantindo que os itens pessoais fiquem em segurança e não sejam danificados.

Cuidados especiais

Outros cuidados especiais podem ser tomados com os itens mais delicados de praia. É o caso dos biquínis, maiôs e sungas. Eles podem durar por vários verões, quando o devido cuidado é tomado. Isso porque os tecidos podem esgarçar e até desbotar se não forem conservados da maneira correta. Os tecidos precisam ser lavados com sabão neutro e sem torcer. Retirando sempre todo o sal e a areia. Seque sempre à sombra e garanta que toda a umidade foi retirada. Isso evita o mofo e faz com que eles não desbotem.

Dicas para quem está mudando de uma casa para um apartamento

Mudar de lar é sempre uma aventura. A experiência pode ser muito empolgante, principalmente com as possibilidades de modificar o ambiente de convivência e dar novos ares para a vida.

Quando se trata de mudar de uma casa para um apartamento um pouco menor, a grande dificuldade fica por conta das limitações de espaço. Não só em relação aos móveis, mas também à quantidade de objetos e pertences que precisam ser agrupados nesse novo ambiente.

A missão pode parecer impossível de início, mas algumas dicas conseguem fazer com que seja possível encaixar tudo no novo imóvel. Aprenda como facilitar ainda mais a sua mudança.

Organização

Antes de se mudar, tenha uma lista do que precisa entrar na nova casa. Isso começa por separar por cada cômodo e pensar também na distribuição pelo espaço. A começar pelo quarto, que precisa receber os elementos básicos e ser separado de outros itens.

Muitas vezes os objetos e móveis acabam ficando espalhados pelos lugares errados da casa. O computador, por exemplo, pode ir para a sala de estar ao invés de ocupar uma área do quarto.

Já as plantas, por exemplo, podem ficar distribuídas entre diferentes partes do apartamento, até mesmo no banheiro. Essa ideia é uma sacada de design. Fica incrível, com um toque inusitado.

Móveis multifuncionais

Ao invés de investir em pesados móveis que ocupam muito espaço, invista sempre em móveis mais leves e compactos. Melhor ainda se eles conseguirem conciliar mais de uma função em si. Ou seja, busque sempre utensílios que consigam abrigar vários elementos, sem perder o estilo e o ar moderno.

É o caso de camas que permitem armazenar diversos objetos em seu interior. Ou ainda bancos e pufes que tenham espaço interno para guardar livros, roupas e revistas. Tudo isso ajuda a reduzir a necessidade de comprar vários itens diferentes ou deixá-los espalhados pelo espaço da casa.

Paredes

Aproveitar as possibilidades apresentadas pelas paredes é excelente para quem precisa aproveitar o espaço. As paredes podem ser usadas não só na decoração, mas na funcionalidade. As estantes são a principal saída, com a possibilidade de armazenar diferentes objetos sem que eles obstruam a passagem de pessoas pelo cômodo.

Elas podem ser usadas em qualquer uma das partes da casa, permitindo armazenar até mesmo grandes objetos como plantas, televisores e até mesmo a bicicleta pode ganhar um suporte para ser apoiada na parede. Seja criativo e pense em soluções para o apartamento.

Self Storage

No caso de não haver mais jeito na organização e você necessitar de um espaço para guardar algo importante, nada melhor do que um espaço de self storage. Eles são independentes, de fácil acesso e com condições perfeitas para armazenar diferentes produtos.

Isso permite que você tenha um espaço extra pelo tempo que precisar para guardar o que não cabe nos armários do apartamento. A variedade pode incluir desde elementos usados só em algumas épocas do ano, como pranchas de surf ou objetos de esportes radicais. Ou ainda servir de depósito para objetos importantes na rotina de trabalho que não podem ser descartados.

Tudo isso é excelente justamente por permitir que você também renove esses elementos em casa, trazendo um novo ar e um novo visual para o ambiente do lar. Aproveite essa nova etapa da sua vida para trazer ainda mais novas energias para a sua casa!

Tudo isso é excelente justamente por permitir que você também renove esses elementos em casa, trazendo um novo ar e um novo visual para o ambiente do lar. As doações são ótimas justamente por beneficiar quem mais precisa, e ao mesmo tempo disponibiliza um espaço precioso nesse novo imóvel!